O Seu Computador Foi Hackeado? A checklist definitiva de recuperação

Sharing is caring!

Em Portugal, a percentagem de utilizadores da Internet aumentou, passando de 82% em 2021 para 85% em 2022 (Eurostat). Os serviços digitais críticos para a cibersegurança, em 2022, foram usados por mais utilizadores em Portugal do que a média da UE: o serviço de email (88% em Portugal, +2 pp do que a média da UE); os telefonemas e videochamadas pela Internet (81%, +8 pp); mensagens instantâneas (92%, +12 pp); as redes sociais (79%, +14 pp) e o banco online (68%, +2 pp) (Eurostat).

Os ataques informáticos tornaram-se numa ameaça crescente e dispendiosa, tanto para indivíduos como para empresas. Com o custo global do cibercrime esperado para ultrapassar os 6 mil milhões de Eur. só em 2021, é crucial estar preparado e saber como reagir caso se torne vítima de um ciberataques.

O que são ciberataques?

Os ciberataques podem assumir diversas formas, como phishing, malware, ransomware, roubo de identidade, esquemas de acesso remoto e roubo de cookies. Estes ataques visam obter dados pessoais, informações financeiras ou dinheiro das vítimas, explorando vulnerabilidades nos sistemas informáticos.
Phishing, tentativas de obter informações pessoais através de emails ou sites falsos.
Malware e Ransomware, software malicioso que pode danificar ou bloquear o acesso ao seu sistema até que um resgate seja pago.
Roubo de Identidade, uso não autorizado das suas informações pessoais.
Golpes de Acesso Remoto, onde um hacker ganha controlo do seu dispositivo.
Roubo de Cookies, que pode permitir o acesso a contas online.

Como perceber se foi vítima de um ciberataque?

Existem vários sinais que podem indicar que o seu sistema foi comprometido, como redireccionamento de pesquisas na internet, pop-ups frequentes, mensagens de ransomware, passwords que deixam de funcionar, instalação de software não autorizado e / ou mensagens falsas de antivírus.

Passos a seguir se suspeitar que foi vítima de um ciberataque?

1 Redefinir todas as passwords

Se suspeitar que foi vitima de um ciberataque, a primeira medida a tomar é redefinir todas as suas passwords, garantindo que são únicas e seguras, com uma combinação de letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais.

Use a nossa ferramenta para redefinir todas as passwords.

2 Contactar o banco ou instituição financeira

Se tiver motivos para acreditar que os seus acesso bancários foram comprometidos, é essencial contactar o banco de imediato. Eles podem verificar se houve transações suspeitas e bloquear o seu cartão ou a sua conta se necessário.

Por exemplo, na Caixa Geral de Depósitos, no Novobanco ou no Millennium BCP.

3 Analisar o sistema e remover programas maliciosos

Utilize um software antivírus credível para fazer um scan completo ao seu sistema operativo e remover qualquer programa malicioso detetado. No entanto, se instalou programas recentes é aconselhável fazer uma pesquisa manual ou desinstalar os mesmos, visto que mesmo os melhores antivírus podem não detetar todas as ameaças, principalmentes as mais recentes.

4 Recuperar contas comprometidas

Se um hacker tiver alterado as suas passwords e / ou bloqueado o acesso às suas contas, será necessário recorrer aos processos de recuperação de conta disponibilizados pelos serviços, respondendo às perguntas de segurança inicialmente configuradas.

5 Avisar amigos, familiares e contactos mais frequentes

Os hackers podem usar as suas contas comprometidas para enviar links maliciosos aos seus contactos, disfarçando-se como sendo a sua pessoa. Nesta medida, é muito importante avisar amigos, familiares e contactos mais frequentes sobre o incidente e pedir-lhes para não clicarem em quaisquer links suspeitos ou seguir qualquer pedidos nas mensagens.

6 Fazer reset completo do sistema operativo

Se o ciberataque foi particularmente grave e / ou pretende limpar o dispositivo e começar do zero, pode ser necessário fazer um reset completo do sistema operativo, após fazer backup dos seus dados importantes. Este processo envolve a formatação do disco rígido e a reinstalação do sistema operativo, garantindo a remoção de qualquer software malicioso residual.

Embora os ciberataques sejam uma realidade cada vez mais presente, é possível mitigar os danos e proteger-se no futuro, seguindo os passos adequados. Estar vigilante, manter software e passwords atualizados, e saber como reagir em caso de ataque são medidas fundamentais para garantir a segurança dos seus dados e dispositivos na era digital.

Sharing is caring!

Deixe um comentário