Como Vender Um Nome de Domínio – O Guia Definitivo

Partilhar é ajudar!

E se de repente lembram-se que tem um ou outro registo de domínio esquecido num qualquer painel de controlo, e passa aquele pensamento quanto deve valer aquele domínio esquecido que compraram há anos e nunca utilizaram? Ou será que têm mais do que um? Está na hora de ir ver se é uma boa altura para os vender. Vamos descobrir mais sobre este mundo de oportunidades?

Então vamos lá! Apertem os cintos que a viagem vai começar.

Considerar antes de vender

Primeiro que tudo, há algumas coisas a ponderar antes de vender um domínio. Será que ainda lhe pode dar alguma utilidade no futuro? Talvez um novo projeto ou redirecionamento para outro site? Pense bem para não se arrepender mais tarde.

Onde vender

Agora, onde é que se vendem estes domínios? Bom, existem várias plataformas especializadas, leilões e corretores que podem ajudar nesse processo de venda. Mas antes de mais, certifiquem-se que têm domínios com valor de mercado. Nomes curtos, fáceis de memorizar e relevantes são obviamente mais valiosos, para avaliar esse valor, existem algumas dicas preciosas. Primeiro, analisem a qualidade do nome – fonético, extensão, palavras-chave relevantes etc. depois vejam quanto é que domínios semelhantes aos vossos foram vendidos recentemente. Há vários recursos online que reúnem essas informações de vendas passadas, com uma noção do valor de mercado, é altura de definir uma estratégia de preços. Querem vender rápido ou estão dispostos a esperar pela oferta certa? Ponderar os prós e contras pode ajudar a tomar a melhor decisão.

Onde anunciar a venda

Chegados a esta fase, provavelmente já têm uma ideia de onde querem listar o domínio para venda. Será através de um anúncio privado, numa plataforma especializada na venda de domínios, num leilão ou até com a ajuda de um corretor? Cada opção tem as suas vantagens e desvantagens, por isso pesquisem bem, escolhem bem.

Em relação às plataformas, o processo é geralmente simples – criam uma conta, adicionam os detalhes do domínio e definem o preço desejado. Algumas destas plataformas cobram uma percentagem após a venda, outras têm pacotes mensais. Os leilões são uma boa opção para potenciar a competição pelos nomes mais cobiçados. Já os corretores, apesar de serem mais caros, podem conseguir melhores preços, pois tem muitos contactos e uma enorme experiência negocial.

Independentemente de onde anunciarem, certifiquem-se que otimizam o anuncio com descrições apelativas e palavras-chaves relevantes.

É fácil vender?

Agora a grande questão – será mesmo fácil vender um domínio hoje em dia? Com a imensa oferta existente, a verdade é que só os melhores e mais valiosos têm garantia de venda rápida, se tiverem nomes mais genéricos, tenham paciência pois pode demorar algum tempo a encontrar o comprador certo, ou podem mesmo não conseguir a venda.

E se me arrepender depois?

Deixo uma reflexão final. E se depois da venda, sentirem um arrependimento por terem deixado partir um domínio que afinal tinham uma ligação especial? Estas decisões nunca são fáceis, ainda mais quando envolvem algo tão pessoal e criativo como um nome de domínio. Por isso, ponderem muito bem antes de iniciarem o processo.

Como podem ver, há muito a considerar antes de avançar para a venda de um nome de domínio. É um processo que requer alguma preparação e pesquisa, mas pode valer muito a pena se tiverem nomes realmente valiosos.

Espero que este artigo tenha ajudado a perceber melhor os passos a seguir. Como sempre, fiquem à vontade para comentar com dúvidas ou sugestões de temas para o próximo artigo. Até lá, divirtam-se a explorar o mundo dos domínios! Um abraço e até à próxima.

Partilhar é ajudar!

1 comentário em “Como Vender Um Nome de Domínio – O Guia Definitivo”

  1. Confesso que nunca tinha pensado em vender os meus domínios antigos. Vou ver os que tenho e ver se vale a pena listá-los para venda. Obrigada.

    Responder

Deixe um comentário